Camisa Colectiva de Espanha_Andrea

Uma etiqueta com uma marca. Para estar na moda. Uma marca que se sobrepõe à qualidade do produto.

Marco Rodrigues_Valencia

PORTA 24

“Esta camiseta fue manipulado a perder su estatus como una película que involucra a tomar forma, cuerpo. Esta “bolsa-deposito” es un reflejo de lo que puede sostener a su interior.”

Joana Vieira da Silva_Ouro Preto

No ano em que se decidiu o acordo ortográfico da língua portuguesa, a minha intervenção na camisa materializa a convicção de que as diferenças entre o português europeu e o brasileiro não são gráficas, mas sintáticas e semânticas.

Camisa em Portugal significa essencialmente uma peça específica: a camisa de botões e colarinho. No Brasil se, numa loja, pedirmos uma camisa, perguntar-nos-ão: “camisa pólo ou camisa social? Podemos ainda dizer que queremos uma camisa de time – e há também outra camisa, a camisinha, mas essa não se vende em lojas de roupa e veste-se quando nos despimos…

Voltando à camisa de time (leia-se team e entenda-se “equipa” – sobretudo de futebol), é uma indumentária quotidiana nas ruas do país maravilhoso; por isso a escolhi, e desdobrei essa ideia para a camisa da selecção, o time de todos os brasileiros.

Camisa colectiva Espanha_Laura

Fusió de Cultures

Simplificadamente, expreso una visión personal de Barcelona, un mundo entero en una ciudad. No solo por la presencia de personas de todo el mundo, pero por la posibilidad de cohabitaren harmoniosamente en uno solo espacio, cargando y expresando cada una su cultura. Es un ponto abierto a la descubierta y partilla directa de saberes y
experiencias de nuestro mundo.
En la forma de expresión partillo con vosotros mi gusto por la tipografía y lo que ella puede hacer.

Camisa. _Liz Vahia

Eis o resultado final da camisa de homem da Liz Vahia, na Praça Vermelha de Moscovo.

Camisa. _Rita Vargas

Eis o resultado final da intervenção da Rita Vargas na sua camisa:

Camisa colectiva Espanha_Raquel

Fotos da intervenção da Raquel Martins na camisa colectiva de Espanha:

 

Camisa colectiva Espanha_Fred

Porque passo metade (mais?) da minha vida no computador, e porque nele escrevi, escrevo e escreverei, assinei assim a minha participação.

 

Camisa da Liz Vahia _ Moscovo

Ideia do projecto: Peço a pessoas que tenham pins soviéticos que os tragam e coloquem na camisa. Depois fazemos uma foto dos pins colocados na camisa, eu desenho os contornos dos pins marcando o sítio onde estiveram na camisa e volto a entregar os pins aos seus donos. As pessoas que contribuiram com pins assinam o seu nome na camisa. Nestas fotos é possível ver os pins da Olga (os primeiros, com as melhadas oficiais, uma delas atribuída ao seu marido, um dos responsáveis pelo lançamento da cadela Laika para o espaço), da Inna, da Karina e meus (os meus são os que se manterão na camisa e viajarão para Barcelona).

 

Rita Vargas – Jyväskylä

Serigrafia, pintura com tinta da china e caneta especial para pintar têxteis foram usadas na intervenção…o processo foi um pouco longo e aqui seguem algumas imagens do work in progress. O resultado hoje ficou TOTALMENTE diferente, porque usei duas camisas iguais para intervir, mas apenas vos enviarei uma delas, a que ficou MAIS FORTE. No entanto as imagens que estão em anexo fazem parte do processo criativo que originou o resultado final de hoje, criado com o apoio do Atelier de Gravura (Jyväskylä Centre for Printmaking) e da DGArtes, INOV-ART.

 

camisa6

camisa7